Atendimento 24 Horas

Atendimento Emergencial 24H

Garantia Todos Serviços

Localização Ponto Exato

Ligue 11-35541680

São Paulo SP

Inicio » 3 produtos químicos que não devem ser usados em piscinas
Banner caça vazamento água

3 produtos químicos que não devem ser usados em piscinas

produtos químicos

Os produtos químicos podem ser muito úteis na limpeza de residências e na produção de outros materiais, sendo que no nosso mundo atual, é praticamente impossível vivermos sem eles.

Contudo, na limpeza de piscinas, eles podem ser altamente perigosos, principalmente se não houver uma avaliação cuidadosa do tipo de produto utilizado, o que pode colocar em risco a vida dos moradores, trazendo prejuízos à saúde.

Neste artigo, falaremos sobre 3 produtos que não devem ser utilizados para a limpeza de piscinas. Veja nossas dicas para garantir a segurança de sua família. 

Quais são os piores produtos químicos para colocar em uma piscina?

Alguns produtos nunca devem ser colocados na piscina porque podem reagir em forma de gases ou líquido que oferece riscos a saúde, desde alergias até problemas respiratórios e gastrointestinais. 

Os produtos químicos que não são seguros para colocar em uma piscina são:

  1. Cloro;
  2. Bromo;
  3. Cobre. 

Em uma piscina, o cloro é usado como o principal desinfetante. Ele mata bactérias e outros micro-organismos que podem causar uma infecção. 

O bromo é outro produto químico que pode ser usado em piscinas, pois ajuda a manter a água limpa, evitando o crescimento de algas. O cobre é um produto químico caro e não é necessário para o funcionamento de uma piscina.

Apesar do poder limpador desses produtos químicos, eles oferecem alguns riscos que precisam ser considerados. Primeiramente, o cloro pode reagir com outros produtos químicos e produzir gases nocivos, como produtos que contenham amônia, entre eles sabão em pó e alvejantes.

 Muitos desses produtos podem tornar a água da piscina verde, o que pode ser visto como um sinal de crescimento de algas ou altos níveis de algicida. Para acabar com o problema, muitas pessoas adicionam produtos químicos a base de bromo ou cobre, outros catalizadores que podem potencializar a ação de gases tóxicos.

O bromo é um produto químico que pode ser usado em piscinas para matar bactérias e outros micro-organismos. Também ajuda a manter o equilíbrio do pH da piscina. É muito utilizado em algicidas, usados para impedir que as algas cresçam em uma piscina. Eles funcionam matando células de algas com cobre ou compostos à base de cobre, como sulfato de cobre.

Recomendamos que você evite esses produtos químicos porque eles podem causar irritação na pele e problemas respiratórios.

Dicas de limpeza e manutenção para sua piscina 

Existem muitas maneiras de garantir que sua piscina esteja limpa. É importante limpar a piscina regularmente, pois pode ser um terreno fértil para bactérias e algas. Confira algumas dicas:

  • Verifique regularmente o nível da água e o equilíbrio do pH da sua piscina. Mantê-los em níveis saudáveis é fundamental para evitar problemas com o crescimento de algas ou bactérias;
  • Use uma pastilha de cloro se precisar matar qualquer bactéria na água ou um tratamento de choque se tiver um problema de algas. Estas pastilhas são pequenas e sua ação é muito menor do que o cloro propriamente dito, garantindo que não haja contaminação;
  • Certifique-se de usar um filtro em sua bomba, pois isso ajudará a manter a água limpa e livre de detritos;
  • Se você tem uma cachoeira ou fonte, não se esqueça de limpá-la regularmente também.

Quais são os efeitos a longo prazo do uso desses produtos em piscinas?

O cloro é sem dúvida, o maior prejudicador na limpeza de piscinas, pois é associado a problemas de saúde e poluição da água.

Considerado um causador de problemas ambientais, ele reage aos compostos orgânicos como células de algas para formar cloraminas que podem causar problemas respiratórios ou odores desagradáveis na área da piscina. 

As cloraminas também estão ligadas ao aumento dos níveis de trihalometanos (THMs), que podem ser prejudiciais se entrarem em nosso abastecimento de água potável. 

Outro fator que deve ser mencionado, é o fato de que muitos desses produtos, podem acabar ressecando a piscina, como é o caso das piscinas de fibra. Quando isso ocorre, pode haver vazamentos na piscina, por meio de pequenas rupturas na estrutura.

Rei Caça Vazamentos

Para evitar vazamentos em piscinas, além de garantir a manutenção preventiva em dia, chame a Rei Caça Vazamentos. Tenha uma piscina sempre perfeita, com serviço de qualidade na localização de vazamentos. 

Atuamos na detecção de vazamentos residenciais e comerciais, garantindo preço justo e garantia. Consulte nossos serviços de qualidade e acabe com problemas em piscinas.

4.9/5 - (129 votes)
Comments are closed.
OrçamentoLigue Agora
+ +
Dúvidas
Orçamento?
Tire Suas Dúvidas Via WhatsApp